Pesquisa


Agosto de praça em praça - Abiul

Neste 14 de Agosto de 2017 pelas 10 da noite, sob uma temperatura amena de noite de verão, a praça de toiros “mais antiga do país”, em Abiul, precisaria talvez de mais umas boas centenas de lugares de lotação para albergar a imensa mole humana que desesperava por um bilhete de acesso ao interior do bem cuidado tauródromo. Há já algum tempo que o letreiro de “ESGOTADO” estava visível por cima da entrada principal. Foi sob o signo deste grande ambiente causado por uma praça repleta de um público único neste país e sempre ávido de emoções que o Grupo de Vila Franca entrou em praça para as cortesias, repartindo com o Grupo de Santarém as pegas dos seis António Charrua desta noite.

A abrir a atuação do grupo de Vila Franca, o forcado da cara escolhido foi Vasco Pereira que consumou a pega à segunda tentativa. Na primeira tentativa, o toiro não foi fácil de fixar em tábuas e acabou por sair solto para o forcado que esteve bem a tentar fixar a investida, aguentando e usando a voz, mas na altura da reunião o toiro adiantou o piton esquerdo e desviou-se para a sua direita, dando apenas um encosto no forcado da cara. Na segunda tentativa procurou-se com uma mudança de terreno do toiro uma melhor fixação em tábuas, o que de certo modo foi conseguido. O toiro ainda assim veio a chouto, medindo o cara que lhe conseguiu fixar a investida e alegrá-lo, teve de “tourear” um pouco no recuar, antes de receber numa córnea poderosa que resistiu ao derrote do toiro e foi assim que entrou grupo dentro. O toiro ainda lutou em tábuas a tentar tirar a cara, sem sucesso, dada a boa prestação de todo o grupo que, mesmo bem fechado, teve de se empregar para dominar este oponente.

A pega do quarto toiro teve como intérprete da cara o forcado Francisco Faria que consumou a pega à primeira tentativa. O cara esteve sereno e compenetrado no cite, o toiro arrancou pouco franco mas o forcado soube alegrar a investida para lhe dar algum andamento e após recuar o suficiente fechou-se na córnea do oponente que entrou pelo grupo e foi eficazmente ajudado sem grandes problemas.

Para a última pega da noite saltou para a cara do toiro o forcado Rui Godinho que consumou esta pega à segunda tentativa. Na primeira tentativa, alguma precipitação do cara a tentar provocar a tardia investida do toiro, fê-lo entrar em terrenos proibidos e pagar caro por isso, sendo vencido por um violento derrote na reunião. Na segunda tentativa, já houve mais concentração, o forcado mostrou-se melhor ao toiro que acabou por sair numa investida mais franca e apesar do cara ter reunido de modo algo descomposto, foi eficaz a oportuna entrada dos ajudas que foram compondo o forcado na cara na viagem e fecharam bem esta última pega de uma atuação, também ela de saldo final positivo para o grupo, nesta noite de Abiul.

Paulo Paulino "Bacalhau"



Agenda completa